Faça parte
Edição #3 Brasil Combate Magazine

Brasil Combate

Editorial: JAN 2018

Edições

Editorial: JAN 2018

Alguns dias sabáticos (mesmo que forçados) fazem bem e refrescam as ideias. É neste pique que o Brasil Combate volta hoje, 15 de janeiro de 2018, renovado, em plena atividade e com o compromisso de apresentar entrevistas, coberturas e de produzir material de qualidade para quem aprecia esportes de combate.

CLIQUE AQUI PARA LER A EDIÇÃO DE JANEIRO DE 2018

Será um prazer contar com você nos próximos meses. Em um ano que não traz boas promessas para o esporte, especialmente em decorrência do baixo investimento nos esportes de combate, seriamente afetado pela crise financeira instalada no país, nosso intuito é informar, divulgar e injetar ânimo, para dissipar a nebulosidade da crise institucional nas diversas esferas que vivemos em 2017. E como faremos isso? Por meio dos esportes de combate.

Apresentamos um novo formato do Brasil Combate, agora em sua versão Magazine. A ideia é prestar serviço e oferecer informações que projetarão atletas e academias.

Com periodicidade bimestral, a revista Brasil Combate trará a cobertura de eventos, que se tornou clássica no formato original – portal de notícias. Iniciaremos com o Open Internacional Brasília, evento organizado pela IBJJF – International Brazilian Jiu-Jitsu Federation. Na seção Pratas da Casa, conversaremos com atletas que deixaram o Brasil para viver dos esportes de combate em outros países e, na seção Enciclopédia, apresentaremos as lendas dos esportes de combate, começando com uma super entrevista com o Mestre Armando Wriedt. Nela, ele fala da família Gracie, do seu primeiro contato com o jiu jitsu e muito mais.

Inovando no cenário, a seção Mulheres de Luta trará um espaço exclusivo para o mundo feminino dos esportes de combate. Já na seção Quartel General, mostraremos a equipe Checkmat Jiu Jitsu do Riacho Fundo, comandada pelo faixa preta Alessandro Charuto. E, para deixar a edição ainda mais nervosa, apresentaremos a história do atleta revelação do jiu jitsu de Brasília, Pedro Maia, de apenas 18 anos e dono de um currículo de dar inveja.

Apesar das péssimas projeções, escolhemos acreditar que, neste ano, seremos felizes. Simples assim! E nada melhor do que começar esta edição contando um pouco da história do jiu jitsu da Capital Federal – Brasília.

Venha, vamos juntos! Há muita coisa boa para se viver em 2018. Aprecie sem moderação nossa edição totalmente gratuita, independente e especializada. Oss

CLIQUE AQUI PARA LER A EDIÇÃO DE JANEIRO DE 2018

Wesley Moura – editor@brasilcombate.com.br

NEWSLETTER

Assine a nossa newsletter e receba, bimestralmente, nossa revista digital.

TOPO